As contas e os contos dum relatório do Tribunal de Contas

não podemos deixar de manifestar desde já a nossa perplexidade com algumas das conclusões apresentadas e recomendações de incidência política (!) aí contidas.

Conferência de Imprensa, 4 de Agosto, Algarve
Por mais e melhores serviços públicos de saúde e de qualidade no Algarve

Este Governo desencadeou nos últimos três anos a mais feroz luta ideológica contra SNS.
Contrariando a afirmação do Ministro da Saúde em 2011 que era possível proceder a cortes e manter a qualidade dos serviços, eis a realidade:

Na sequência do início das negociações relativas ao estabelecimento de um Acordo-Empresa com a Santa Casa da Misericórdia, na continuidade das negociações com o Hospital de Cascais e no seguimento da linha de actuação pautada pelo acordo conseguido com o Hospital de Braga (PPP – Parceria Público-Privada), o SMZS tomou a iniciativa de propor a abertura da mesa negocial com os Hospitais de Loures e de Vila Franca de Xira (ambas PPP´s).

O SMZS tem vindo a denunciar de forma sistemática e há mais de um ano, junto do Ministério da Saúde e das devidas instâncias, as sucessivas situações problemáticas que ocorrem no Hospital Garcia de Orta: a saída de grande número de profissionais de saúde: médicos, enfermeiros, assistentes operacionais e técnicos; o recurso a empresas de contratação de mão-de-obra médica (ditos tarefeiros); e o encerramento de serviços e a constante falta de material, como é exemplo o encerramento abrupto do Serviço de Ginecologia.
LER COMUNICADO

Carta ao Ministro da Saúde

Carta ao Secretário de Estado Adjunto da Saúde

Ofício enviado às ARS's sobre Comissão de Acompanhamento Externo da Contratualização das USF's

 

Sobre os concuros para Assistentes Graduados Sénior

Que os concuros para Assistentes Graduados Sénior prvejam a manutenção do regime e horário de trabalho que os médicos vêm praticado, só o alterando quando seja essa a sua vontade.

Reunião do Conselho Nacional de 19 de Julho - Comunicado

O Conselho Nacional da FNAM reuniu para analisar o pós-greve de 8 e 9 de Julho e discutir novas formas de exigir a satisfação dos pontos reivindicativos que levaram à sua convocação.

Portaria n.º 112/2014, de 23 de maio. Cuidados de Saúde Primários do Trabalho. Recusa de Prestação pelos Médicos de Medicina Geral e Familiar (Minuta). Via Contenciosa

Minuta

Parecer da FNAM

 

SMZS enviou uma carta de repúdio a um cartaz provocatório afixado pela administração do Centro Hospitalar Barreiro/Montijo

Esta associação direta entre a poupança de água na instituição e o salário dos trabalhadores médicos ao seu serviço, no contexto em que é publicada, é ofensiva para a dignidade pessoal dos trabalhadores médicos do CHBM e revela-se, para além disso, falaciosa, demagógica e pouco esclarecida

Lisboa
 
Porto
 
Coimbra

Federação das Associações de Reformados Pensionistas e Idosos do Distrito do Porto apoia greve dos médicos

Esta greve faz-se, também, no interesse dos utentes em geral e dos reformados em particular, dada a degradação continuada do SNS e a tentativa de acabar com uma das maiores conquistas de Abril.
 

SMZS reúne com associações de profissionais da saúde e movimentos sociais

Reunião com as associações de profissionais de saúde e movimentos cívicos que defendam o Direito Constitucional à Saúde para expôr a gravidade da situação e analisar eventuais formas de cooperação na defesa do SNS.

AVISO PRÉVIO DE GREVE

A adesão de cada um de nós é decisiva para a defesa da nossa dignidade e a defesa do SNS

Carta da FNAM ao Ministro da Saúde sobre o despedimento persecutório de dirigente sindical pelo Hospital de Leiria.

A administração não apresentou nenhuma razão fundamentada para esse despedimento,

A Comissão Executiva da FNAM reunida hoje em Coimbra, decidiu exigir conforme os acordos assinados com o Ministro da Saúde (Acordo Colectivo de Trabalho e Acordo Colectivo da Carreira Médica) que seja reposto o valor das horas extraordinárias para os valores anteriores à entrada em vigor do Plano de Assistência Económico-Financeira, na data de término deste.