Urgências hospitalares em rutura

Publicado em 13-01-2014
Os serviços de urgência dos hospitais do país estão a experimentar uma rutura “como não se via há 20 anos”. Quem o diz é Mário Jorge Neves, dirigente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM), em declarações citadas na edição desta segunda-feira do Diário de Notícias. Para este responsável, o atual quadro “é o descalabro visível da política desastrosa, mas dissimulada, da equipa do Ministério” de Paulo Macedo.

Federação Nacional dos Médicos | Rua de Tomar, n.º 5-A | 3000-401 Coimbra | Tel: 239 827 737 | Mail: fnam@fnam.pt