Carta aberta ao ministro da Saúde

por a informação lançar suspeição sobre todos os médicos que trabalham nos serviços de saúde referenciados, pondo em causa a sua probidade e a própria credibilidade do SNS, a FNAM exige ao Ministério da Saúde total clarificação