Lutar contra médicos indiferenciados e exigir responsabilidades ao Ministério da Saúde

É urgente que o Ministério da Saúde se disponibilize a negociar, na prática e não por palavras, uma política de efectivo combate à existência de médicos indiferenciados e ao seu preocupante crescimento.